20 de maio de 2015

Vai a 78 o número de mortos em deslizamento de terra na Colômbia




 Vai a 78 o número de mortos em deslizamento de terra na Colômbia
O número de mortos pelo deslizamento de terra ocorrido na última segunda-feira (18) na cidade de Salgar, no departamento de Anioquia, no noroeste da Colômbia, subiu para 78, informou nesta terça (19) a União Nacional para a Gestão do Risco de Desastres (UNGRD).

O órgão detalhou que 73 das vítimas estão na sede do Instituto Médico Legal de Medellín, capital de Antioquia.

A UNGRD acrescentou em comunicado que 39 dos mortos na tragédia já foram identificados e nas próximas horas serão entregues a seus familiares.

Enquanto continuam os trabalhos de busca e resgate, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, ordenou que seu ministro da Habitação, Luis Felipe Hainaut, viajasse para Salgar para analisar aspectos relativos à moradia e ao restabelecimento do fornecimento de água.

Santos prometeu "moradia de graça a todas as famílias" que perderam tudo no desastre.

A UNGRD acrescentou que continua com a entrega de assistência humanitária como alimentos, material de limpeza, cobertores e colchões.

Também foram localizados dois abrigos temporários onde estão alojadas 151 pessoas, enquanto há outras 373 em casas de parentes e amigos.

A tragédia ocorreu na madrugada de segunda-feira devido às fortes chuvas que atingiram Salgar, que provocaram um deslizamento de terra que acabou bloqueando o leito do córrego Liboriana, causando o transbordamento do rio, o que praticamente arrasou o povoado de Las Margaritas.