11 de maio de 2015

Tempestade tropical Ana se aproxima da costa sudeste dos EUA




Tempestade tropical Ana se aproxima da costa sudeste dos EUA
A tempestade tropical Ana aproximava-se neste domingo (10) do sudeste dos Estados Unidos, ameaçando a costa atlântica com inundações, ventos fortes e ondas perigosas - alertaram os meteorologistas.
Ana - que veio à frente da temporada de furacões, normalmente marcada para junho - iria chegar em terra firme na manhã deste domingo.
O Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) emitiu um aviso de tempestade tropical sobre 446 quilômetros de costa, de South Santee River, na Carolina do Sul, até Cape Lookout, na Carolina do Norte.
Nas primeiras horas de domingo, Ana estava a 32 km ao sul de Myrtle Beach, Carolina do Sul, e foi em direção ao norte-noroeste a uma velocidade de 8 km/h.
De acordo com especialistas, a tempestade caiu ligeiramente em intensidade quando se aproximou de terra, mas ainda continua perigosa: ela poderia provocar chuvas de até 150 milímetros em algumas regiões, acompanhadas por ventos de até 80 km/h.
Os meteorologistas, com sede em Miami, temem que as inundações ocorrem devido à combinação de chuva e marés altas. Também alertam para ondas enormes que poderiam chegar à costa.
"As ondas geradas pela tempestade Ana afetam áreas da costa sudeste dos Estados Unidos. Estas ondas irão certamente criar fluxos e refluxos" perigosos nesta área, alertou o NHC.
A agência meteorológica explicou que a tempestade Ana continuaria a diminuir em intensidade uma vez que tocasse a terra.
Esta temporada de furacões pode ser uma das menos ativas desde meados do século XX, por causa do crescente fenômeno de El Niño, que gera condições adversas para a formação de furacões, de acordo com a previsão da Universidade Estadual do Colorado, divulgada no mês passado.