26 de maio de 2015

Onda de calor mata ao menos 500 pessoas na Índia



Onda de calor mata ao menos 500 pessoas na ÍndiaTemperaturas chegaram a 48ºC em algumas regiões do país; clima quente deve continuar nos próximos dias devido à falta de chuvas

Ao menos 500 mortes foram atribuídas à onda de calor que tem atingido a Índia nos últimos dias, quando a temperatura chegou a 48ºC em algumas áreas do país.

A maioria das vítimas vivia nos Estados de Telangana e Andhra Pradesh, no sul da Índia, onde mais de 140 morreram desde sábado.

A onda de calor vem atingindo a região desde meados de abril, mas a maior parte das mortes ocorreram na última semana.

No Estado onde a situação é mais crítica, Andhra Pradesh, já foram registradas 246 vítimas na semana passada. Autoridades disseram que 62 morreram no domingo de insolação.

Insolação

O governo tem pedido que cidadãos evitem ir para a rua e bebam bastante líquidos.

Em Nalgonda, no recém-criado Estado de Telangana, seus habitantes estão acostumados às altas temperaturas do verão. Mas a intensidade da atual onda de calor fez com que o empresário Ravinder Reddy ficasse confinado em casa durante uma semana.

"Dois de meus funcionários estão no hospital por causa de insolação", diz ele à BBC.

O agricultor Ahmed Pasha, que cultiva uma área de 12 hectares, afirma que não há mais água em sua terra nem em seu poço.

"Secou tudo, e perdi metade da grama que tinha cultivado para dar aos búfalos e às cabras."

Precauções

Segundo P. Tulsi Rani, comissário especial do departamento de gerenciamento de desastres de Andhra Pradesh, "a maioria das vítimas são pessoas que ficaram expostas diretamente ao sol, normalmente têm mais de 50 anos e são da classe trabalhadora".

"Estamos pedindo que as pessoas tomem precauções, como usar um guarda-chuva ou chapéu, hidratar-se com água ou leite e usar roupas de algodão", ele acrescentou.

A agência de notícias Press Trust of India (PTI) reportou que 186 pessoas morreram nos distritos vizinhos a Telangana, com 58 vítimas registradas desde sábado.

No Estado do Rajastão, no noroeste do país, também houve temperaturas recordes e diversas mortes por causa da onda de calor.

Ao menos dez mortes foram reportadas no Estado de Bengala Ocidental. Na sua capital, Kolkata, todos os táxis sem ar-condicionado deixarão de circular por cinco horas todos os dias após dois motoristas terem morrido de insolação.

E a situação adversa não deve melhorar em breve. "Nenhum refresco" é esperado em Andhra Pradesh, Telangana e Déli e em outros Estados do norte nos próximos quatro dias, já que a "onda de calor deve continuar" por causa da falta de chuva, disse uma autoridade.