5 de maio de 2015

Número de mortos no terremoto do Nepal supera 7,5 mil




Sobreviventes de terremoto buscam pertences em meio a escombros de casas em Sankhu, no Nepal, nesta terça-feira (5) (Foto: Athit Perawongmetha/Reuters)
As autoridades nepalesas intensificaram os esforços para encontrar vítimas do terremoto de 25 de abril, que segundo o balanço mais recente deixou mais de 7,5 mil mortos e quase 15 mil feridos.

O governo informou que 131.500 militares e policiais participam na operação de salvamento com o apoio de mais de 100 equipes de resgate estrangeiras.


O ministério do Interior afirmou que a situação começa a ser controlada, apesar das críticas ao governo por sua incapacidade para ajudar os desabrigados nos primeiros dias após a tragédia.

"A situação no país está voltando pouco a pouco à normalidade porque as equipes de resgate chegaram a lugares cruciais, muito afetados pelo terremoto", disse à AFP o porta-voz do ministério, Laxmi Prasad Dhakal.

"Todos tentam retornar à vida normal e todo o governo está trabalhando para assegurar que a ajuda alcance as pessoas que necessitam. Estamos fazendo tudo o que é possível".

O Centro Nacional de Operações de Emergência anunciou um balanço atualizado de 7.557 mortos e 14.536 feridos. O terremoto de 7,8 graus, o mais violento em 80 anos na região, também matou mais de 100 pessoas na Índia e na China.

O governo advertiu que o balanço final pode ser muito mais grave porque as equipes de emergência apenas começaram a chegar aos locais mais remotos.