14 de maio de 2015

Mulher é atacada por urso na Rússia e sobrevive




Mulher é atacada por urso na Rússia e sobrevive

Natalya Pasternak, de 55 anos, foi encontrada com o corpo meio enterrado

Uma mulher atacada por uma ursa e com metade do corpo enterrado conseguiu sobreviver na Rússia, informa a agência de notícias Associated Press nesta quinta-feira (14). 
Autoridades disseram que Natalya Pasternak, de 55 anos, uma funcionária do correio, foi encontrada enterrada até os braços em uma flores em Tynda, no dia 11 de maio.
Sergei Ivanov, especialista-chefe do departamento de proteção animal da região, disse que ela estava consciente quando foi resgatada, mas muito ferida. "Sua primeira pergunta foi se o urso tinha sido morto. Eu pedi que ela não tentasse levantar ou se mover. Ela não tinha energia, claro. Só conseguia acenar com as mãos."
A ursa - uma fêmea de quatro anos - tentou atacar outras pessoas após a mulher ser encontrada, e as autoridades a sacrificaram.
Segundo ele, uma testemunha disse que o animal correu atrás da vítima e arranhou suas costas. "As pessoas precisam ter cuidado pois agora é primavera e os ursos saíram das tocas há um mês e estão com fome. E não há nada para eles comerem, a não ser grama e raízes."