7 de maio de 2015

Menina é morta na Zona Leste de SP e moradores queimam ônibus





Uma menina de 9 anos foi assassinada por volta das 12h desta quinta-feira (7) no Itaim Paulista, na Zona Leste de São Paulo, segundo a Polícia Militar. Os moradores da região, em protesto contra o crime, incendiaram três ônibus e apedrejaram outro coletivo.

De acordo com a PM, no momento do crime, a mãe da menina havia saído para comprar um lanche. Os vizinhos encontraram o corpo, que tinha um ferimento profundo na cabeça, feito por facão, ainda de acordo com a corporação.

Revoltados com a morte, os manifestantes pararam os ônibus e pediram para que os passageiros saíssem antes de depredar os veículos em Cidade Kemel, informa a PM. Um ônibus que fazia a linha 315 (São Paulo-Poá) foi incendiado e outro, da linha 293 (Itaim-Guaianases), depredado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, dois outros coletivos foram incendiados em Poá, na Grande São Paulo, município que fica ao lado do bairro onde a menina morreu.

Três equipes dos bombeiros foram enviadas para apagar o incêndio nos veículos que estavam no terminal Pedro Fava. O fogo havia sido controlado às 19h15.

Os dois ônibus queimados em Poá faziam as linhas 205 (Terminal Pedro Fava-Terminal Parque Dom Pedro II) e 269 (Terminal Cidade Kemel-Metrô Itaquera), segundo a EMTU.

Todas as ações ocorreram na Avenida Kemel Addas, que ficou totalmente bloqueada. Cerca de 500 pessoas participaram dos protestos na região, segundo a PM. A morte da menina será investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).