14 de maio de 2015

Marina Silva é homenageada em Nova York, por trabalhos em prol da sustentabilidade




Marina Silva atuou por dois mandatos como senadora e tem se destacado por seus 30 anos de luta em defesa do meio ambiente e conscientização sobre sustentabilidade. Foi também ordenada missionária da Assembleia de Deus e congrega na sede de Brasília.
Na última quarta-feira (13), Marina Silva participou de uma série de debates organizados pela "Rainforest Alliance" - organização responsável por ações de sustentabilidade na agricultura, no cultivo de árvores e no turismo em nível mundial.
A ex-senadora foi também uma das homenageadas pelo prêmio "2015 Sustainable Standard-Setter Award", que reconhece os esforços de personalidades que lutam em favor do meio ambiente e prestam apoio a comunidades locais em diversas partes do mundo. A premiação aconteceu durante um jantar promovido pela Aliança no Museu Americano de História Natural, situado em Nova York.
Ao comentar a premiação, a presidente da Rainforest Alliance destacou que o reconhecimento vem pelo alcance de resultados e não simplesmente o estabelecimento de "metas ambiciosas" na área da sustentabilidade.
“Uma coisa é declarar metas ambiciosas nessa área, mas outra é implementá-las com sucesso e criar resultados tangíveis. Os vencedores são excelentes exemplos de como conseguir isso”, disse Tensie Whelan.
O prêmio da Rainforest é o segundo que a ex-senadora recebe somente neste ano. No mês de Março, Marina já havia sido homenageada em um exposição fotográfica, intitulada "Inspiring Change, Inspiring Us" ("Inspirando Mudança, Inspirando a nós").
O evento realizado pela Universidade de Harvard celebrou o Dia Internacional da Mulher e Marina Silva foi uma das 48 personalidades femininas, consideradas as mais influentes do mundo.
Amazônia
A homenagem apresentou uma biografia de Marina Silva, destacando sua luta em defesa da Floresta Amazônica e do desenvolvimento sustentável.
A Aliança também lembrou os cargos que a ativista ocupou ao longo de sua carreira público. Entre eles: dois mandatos como senadora e também como ministra do Meio Ambiente (2003-2009), além de sua canditatura a campanha à presidência da república em 2010 e 2014 e a luta para criar o partido Rede Sustentabilidade.