18 de maio de 2015

Deputado é expulso do PSOL por proposta de inserir 'Deus' em parágrafo da Constituição




 Cabo Daciolo
Neste sábado (16), o deputado federal Cabo Daciolo (RJ) foi expulso do PSOL em uma decisão tomada quase que com unanimidade no diretório do partido, em Brasília.
A expulsão foi consequência de o deputado apresentar uma proposta que visa modificar o parágrafo 1º da Constituição. Na frase 'todo poder emana do povo', Daciolo queria alterar 'povo' por 'Deus', dizendo que 'todo poder emana de Deus'.
O deputado, que é evangélico, foi acusado de contrariar o programa do PSOL ao tentar incluir Deus na Constituição Federal.
Chico Alencar, líder do PSOL, explicou porque acredita que a ideia é inaceitável. "Ele colidiu com um ponto fundamental do nosso partido, que é a defesa do Estado Laico. Respeitamos todas as crenças, mas o discurso fundamentalista religioso não pode ser tolerado."
Embora não tenha comentado oficialmente a notícia, Daciolo publicou seu posicionamento em sua página no Facebook "O PSOL sempre soube da minha fé e das minhas posições em defesa dos militares. Volto a repetir: sou cristão e acredito piamente que todo poder emana de Deus."