12 de maio de 2015

Cristãos recitam a Bíblia inteira em 24 horas em ação social




Cristãos recitam a Bíblia inteira em 24 horas em ação social
A tragédia que abalou o Nepal mobilizou muitas pessoas interessadas em ajudar os sobreviventes, seja com trabalho voluntário, seja com contribuições financeiras. Diante disto, dois norte-americanos resolveram bolar um recital da Bíblia Sagrada para reunir doações.
Tom Meyer e Jason Nightingale recitaram a Bíblia Sagrada inteira em 24 horas, segundo informações do World Religion News. Ambos garantem ter decorados todos os livros, capítulos e versículos das Escrituras.
O evento, realizado na última quarta-feira, 06 de maio, visava a arrecadação de fundos que contribuíssem com a reconstrução do Nepal, que teve boa parte de sua infraestrutura destruída com o terremoto de 7,8 na escala Richter. Na última contagem, o número de mortos já havia passado de 7.200.
O recital realizado em Redding, Califórnia (EUA) foi organizado pelo ministério Wordsowers, que se dedica a eventos de interpretação oral das Escrituras nas igrejas. “Fizemos eventos semelhantes no passado, mas nenhum deles foi simplificado e transmitido online antes”, disse Meyer.
O voluntário ressaltou que “100% dos recursos [arrecadados] vão para o Nepal” e lembrou que as “doações podem ser feitas online no site da Wordsowers Internacional”.
“Eu gosto da ideia de citar as Escrituras. Assim eu não apenas tomo um verso, o quebro em pedaços e falo sobre ele, mas deixo o oráculo real da Palavra de Deus falar”, pontuou Meyer.
A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que mais de 3 milhões de pessoas precisem de assistência alimentar, e cerca de 300 mil casas tenham de ser reconstruídas.
Solidariedade
A ajuda humanitária ao país tem sido marcada por uma grande mobilização internacional. Diversos países enviaram equipes de socorro, formadas por médicos, enfermeiros e outros voluntários, para auxiliar no tratamento das vítimas que sobreviveram ao terremoto.
Personalidades internacionais também têm se compadecido com a triste realidade do Nepal. Um exemplo é o jogador português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, que doou aproximadamente € 7 milhões para ajudar na reconstrução do país.