25 de maio de 2015

A uma semana do DIP, estudo alerta sobre o futuro da religião no mundo




24_DIP2015_Faltam7dias
O relatório The Future of World Religions: Population Growth Projections contou com a ajuda de especialistas para investigar projeções demográficas de grupos religiosos (como budistas, cristãos, hindus, judeus, muçulmanos, além de religiões associadas a costumes tribais e também os chamados "não filiados", que incluem ateus e agnósticos) a partir de suas distribuições geográficas, taxas de fertilidade e mortalidade e padrões migratórios.

Mas o Pew Research Center alerta: todas estimativas são baseadas em tendências atuais e levam em conta indivíduos que se designam especificamente como parte de uma ou outra religião. "Agora, o que significa ser cristão, muçulmano ou judeu irá variar de pessoa para pessoa, de país para país e de década para década", afirma o documento.

Confira a seguir as previsões relacionadas ao cristianismo e ao islamismo:

Em 2050

A quantidade de muçulmanos no mundo irá quase que se equiparar ao número de cristãos (2,8 bilhões contra 2,9 bilhões) e 10% de toda a população europeia seguirá esta religião.
Juntos, muçulmanos e cristãos vão corresponder a 69% da população mundial.
Quatro em cada 10 cristãos do mundo vão viver na África subsaariana.
É o cristianismo a religião que será a mais impactada pela perda de fiéis. De acordo com a entidade, 40 milhões de pessoas se tornarão cristãs, mas 106 milhões de pessoas deixarão de seguir esta fé.
Cinco países (França, Macedônia, Nova Zelândia, Bósnia-Herzegovina e Holanda) deixarão de ter os cristãos como maioria.
O país com o maior número de cristãos será os Estados Unidos, seguido do Brasil e da Nigéria.

Em 2070

Islamismo e cristianismo vão empatar: 32% da população do mundo será muçulmana e 32% será cristã.

Em 2100


O islamismo se tornará a maior religião do planeta, presente na vida de 35% das pessoas.

Servindo cristãos perseguidos no mundo muçulmano
Diante desse cenário, no próximo domingo, 31 de maio, mais de 6.200 igrejas irão realizar o Domingo da Igreja Perseguida (DIP), um evento de oração e mobilização da igreja brasileira em favor da Igreja Perseguida no mundo muçulmano. Você pode fazer parte da solução!

Cadastre a sua igreja também.