11 de abril de 2015

Velejador americano sobrevive 66 dias no mar lendo a Bíblia e bebendo água da chuva




Velejador americano sobrevive 66 dias no mar lendo a Bíblia e bebendo água da chuva

Louis Jordan disse que leu, de capa a capa, uma Bíblia que guardava no barco e se aproximou muito mais de Deus
Todas as circunstâncias da vida tem um propósito, e desaparecer em alto mar por 66 dias foi o que aproximou o velejador americano Louis Jordan de Deus.
Louis saiu para velejar no dia 23 de janeiro. O veleiro, considerado pequeno para navegar em alto-mar, virou três vezes, e o mastro quebrou. Os equipamentos de comunicação pararam de funcionar, e Louis ficou à mercê das correntes – e da proteção de Deus. O americano contou que sobreviveu bebendo água da chuva e comendo peixe cru. Ele transformou a própria roupa em uma rede de pesca.
Depois de estar mais de dois meses à deriva no Oceano Atlântico, Louis foi resgatado nesta quinta-feira (2) por um navio cargueiro alemão, a 300 quilômetros da costa leste americana. O americano contou que, quando viu o navio alemão, começou a acenar e a soprar um apito para chamar a atenção da tripulação.
Após o resgate, saindo do helicóptero da Guarda Costeira americana, o velejador foi encaminhado ao Hospital de Norfolk, no Estado da Virgínia. Emocionado, o pai de Louis abraçou o filho e confessou: "Achei que ele estivesse morto".
“Eu orava por vocês porque eu estava com medo que estivessem chorando e tristes, achando que eu estava morto. E eu não estava morto”, respondeu Louis a seu pai.
Perguntado sobre o que fez para passar o tempo, ele disse que leu, de capa a capa, uma Bíblia que guardava no barco e se aproximou muito mais de Deus.