11 de abril de 2015

No Uzbequistão, ler a Bíblia para alguém é proibido



No Uzbequistão, ler a Bíblia para alguém é proibido

Além do Estado tentar controlar os movimentos religiosos através de multas indevidas e invasão a domicílios de cristãos, aprisiona também aqueles que professam sua fé em Jesus
Além disso, a importação e impressão de qualquer tipo de literatura no país são estritamente monitoradas e censuradas. As autoridades confiscam livros cristãos no idioma uzbeque com frequência. Quem desobedece é multado e até mesmo preso.
O cristão Abdurahim* é líder de uma igreja no Uzbequistão. Uma semana atrás, ele foi preso, acusado de atividade religiosa ilegal. Depois de um julgamento muito rápido no tribunal, Abdurahim foi condenado a pagar uma multa de 350 mil sons uzbeque, a moeda local (aproximadamente 430,50 reais) e detenção pelo período de 10 dias.
A razão pela qual ele foi preso e condenado é que ele estava lendo a Bíblia para os pacientes de um centro de reabilitação para alcoólatras e viciados em drogas.
Ore pela libertação do irmão Abdurahim e interceda por sua esposa e seus quatro filhos.