29 de abril de 2015

Missionária chinesa participa de Tarde de Oração




Missionária chinesa participa de Tarde de Oração

Ela compartilhou suas experiências como missionária em viagens ao Paquistão, Coreia do Norte e ao Oriente Médio
O ministério de mulheres da Portas Abertas organizou ontem, dia 28 de abril, mais uma Tarde de Oração na cidade de São Paulo. Cerca de 60 pessoas participaram de um momento de louvor e comunhão, que contou com a participação de uma missionária chinesa.
Candy* compartilhou suas experiências como missionária em viagens ao Paquistão, Coreia do Norte e ao Oriente Médio. As irmãs que participaram da Tarde de Oração foram convidadas a pensar sobre a importância de ouvir o chamado do Senhor. “Não ache que você é muito pequena. Suas orações são poderosas e quero animar vocês e convidá-las para orarmos juntas. Nós precisamos das suas orações. Hoje o Senhor chamou você para servir a Ele, ainda que você tenha suas limitações ou não se ache qualificada. O Senhor usa você e, por isso, você deve orar”, explicou.
O papel que as mulheres ocupam em outros lugares do mundo, contado por Candy, impactou as brasileiras que participaram da Tarde de Oração. Na Coreia do Norte e também em países do mundo muçulmano, por exemplo, os direitos humanos das mulheres não são respeitados,  assim como essas mulheres não têm esperança e motivos para sorrir.
“Em uma das visitas à Coreia do Norte”, ela conta, “vi uma menina na rua e dei a ela balas e biscoitos. Disse a ela: ‘Eu amo você. Jesus ama você.’ Quando falei isso ela fugiu. Algum tempo depois, me explicaram que na Coreia do Norte nem mesmo nas famílias as pessoas dizem ‘eu te amo’, porque não existe relações de confiança. Entendi que a menina se assustou porque ela não sabia o significado da palavra amor.” 
*Nome foi alterado por motivo de segurança
 Pedidos de oração:
- Lembre-se de orar pelo Corpo de Cristo que enfrenta perseguição de diferentes formas ao redor do mundo.
- Que aqueles que nunca ouviram falar de Jesus, o conheçam e encontrem nele esperança e amor.
- Ore também pelos pastores e líderes que precisam de cura emocional e espiritual por lidarem com situações tão extremas.