15 de abril de 2015

Mãe de jovem cristã ameaça família de pastor quirguiz




Mãe de jovem cristã ameaça família de pastor quirguiz

Pastor é acusado de ´estragar´ as crianças e ensiná-las a não obedecer seus pais

Alimzhan* é pastor de uma igreja evangélica no Quirguistão. Cerca de um ano atrás, ele recebeu em sua igreja a visita de uma mulher desconhecida que lhe perguntou se havia a possibilidade de sua filha Sarah*, de 15 anos, ser aceita no grupo de jovens. Ao permitir, ele não sabia o quão perto estava de enfrentar forte perseguição
Nenhum membro da igreja foi contra a participação de Sarah no ministério de jovens. No entanto, há seis meses, a mãe de Sarah voltou ao templo e reclamou com o pastor em relação ao desempenho da garota na escola, dizendo que o grupo de jovens da igreja tinha prejudicado os seus estudos. O pastor reuniu-se com Sarah e disse a ela para que não participasse do grupo, até que suas notas na escola melhorassem.
No entanto, há um mês, a mãe de Sarah começou a ligar para Alimzhan, acusando o pastor e os demais membros da igreja de "estragar" as crianças e ensiná-las a não obedecer a seus pais. A mãe de Sarah também enviou várias mensagens de texto no telefone celular de Alimzhan ameaçando tomar a vida dos seus filhos e toda a sua família.
Diante desse cenário, o pastor Alimzhan e sua esposa decidiram visitar Sarah e sua mãe, porém, a mulher não permitiu que eles entrassem em sua casa; ao contrário, começou a gritar e insultar Alimzhan. Depois disso, a mãe de Sarah escreveu uma declaração à polícia local, mencionando no documento que a igreja ensina "coisas negativas" à sociedade em geral e aos jovens, em particular.
A investigação dos oficiais está acontecendo por esses dias e, por conta disso, as atividades da igreja foram suspensas. O pastor Alimzhan escreveu uma contra declaração alegando as ações ilegais da mãe de Sarah e, agora, aguarda pela decisão das autoridades. Ore por esta situação.