11 de abril de 2015

Igrejas vietnamitas afirmam que governo está elaborando nova lei religiosa




Igrejas vietnamitas afirmam que governo está elaborando nova lei religiosa

Vietnã é o 16º país na Classificação 2015 da Perseguição Religiosa
Cristãos do norte do Vietnã dizem que o governo está aberto à possibilidade de reformar o Decreto 92, lei restritiva sobre a religião implementada em todo o país em 2013.
"O governo parece estar um pouco mais aberto para a discussão sobre a religião, mas não em relação às questões de direitos humanos", disse Wang*, vietnamita líder de uma igreja do norte do Estado, à Portas Abertas. "Em fevereiro passado, o pastor Jonathan* e eu nos encontramos com funcionários do governo, e nos foi dada a impressão de que as coisas irão melhorar."
Wang afirmou que o governo está em processo de elaboração de uma nova lei sobre religião que irá substituir o decreto de dois anos atrás. "[As autoridades] estão tendo uma nova abordagem agora", continua. "Acham que será mais benéfico trabalhar com os grupos religiosos, em vez de se opor a eles."
"Pelo que ouvi, haverá menos exigência no reconhecimento de igrejas", alegou Wang. "Por exemplo, grupos que têm um bom histórico de 10 anos terão uma forte chance de ser reconhecidos." De acordo com o Decreto 92, só são reconhecidas as igrejas que já existem há 20 anos.
"O governo tem observado como outros governos se relacionam com a religião organizada dentro e fora do país. Eles, de alguma forma, perceberam que há vantagem em praticar clemência", acrescenta o pastor Jonathan, colega de Wang.
Apesar da posição mais acessível do governo, os pastores dizem que o Estado ainda tem "medo" da igreja: "As coisas têm melhorado, mas não podemos dizer que a ameaça contra as igrejas tenha desaparecido completamente", conta Jonathan. "Eu acredito que ainda existe hostilidade contra os cristãos, mas reduzida, talvez. No ano passado, o governo viu o comportamento da igreja evangélica, e por causa da nossa boa posição, agora eles têm aceitado a reforma".
Os pastores afirmam que a nova lei está prevista para ser concluída em maio deste ano, e será discutida pelos legisladores em novembro. Una-se a nós em oração pela melhoria na situação de liberdade religiosa no Vietnã, 16º país na Classificação da Perseguição Religiosa.