11 de abril de 2015

Estado Islâmico avança e domina assentamento palestino em Damasco, a 200 Km de Jerusalém




Estado Islâmico avança e domina assentamento palestino em Damasco, a 200 Km de Jerusalém


Grupo pretende formar um califado no Oriente Médio, e governar toda a região com os princípios da sharia

O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu o controle de parte de um assentamento palestino em Damasco, cidade que é capital da Síria e localizada a apenas 213 quilômetros de Jerusalém.
A agência France Presse informou que os extremistas muçulmanos tomaram o controle da maior parte de Yarmuk, um acampamento que fica ao sul de Damasco.
O diretor de assuntos políticos daOrganização para a Libertação da Palestina (OLP) na Síria, Anuar Abdel Hadi, informou que a tomada do controle do assentamento envolveu violência: “Os combatentes do Estado Islâmico atacaram durante a manhã o acampamento de Yarmuk e assumiram o controle da maior parte dele”, afirmou.
Segundo Hadi, a invasão aconteceu na última quarta-feira, 01 de abril, e os combates entre os jihadistas do Estado Islâmico e os palestinos continuam, pois ainda há áreas em disputa.
O Estado Islâmico quer formar um califado no Oriente Médio, e governar toda a região a partir dos princípios da sharia, a lei islâmica criada a partir dos ensinamentos do profeta Maomé.
Dentre os objetivos do Estado Islâmico, estão o domínio de todas as áreas possíveis na região, a destruição de Israel e o confronto armado com países do Ocidente, como França, Inglaterra e Estados Unidos, dentre outros, para perseguir e matar cristãos em todo o mundo.
Surgido no Iraque, os extremistas do Estado Islâmico já tomaram áreas da Síria e da Líbia, onde executaram um grupo de 21 cristãos coptas egípcios e divulgaram o vídeo na internet. Na ocasião, fizeram uma ameaça à Igreja Católica, dizendo que o assassinato daqueles fiéis era “uma mensagem assinada com sangue para a nação da cruz”.
Posteriormente, os terroristas ameaçaram decapitar o presidente Barack Obama na Casa Branca e transformar os Estados Unidos em uma província muçulmana.