11 de abril de 2015

Cristãos pagam `alto preço´ por seguir a Cristo na China




Cristãos pagam `alto preço´ por seguir a Cristo na China

O país é o 29º na Classificação 2015 da Perseguição Religiosa

“Quero conhecer a Cristo, ao poder da sua ressurreição e à participação em seus sofrimentos, tornando-me como ele em sua morte.” Filipenses 3.10

Membros da Igreja Perseguida ao redor do mundo entenderam há muito tempo o verdadeiro significado da cruz de Cristo. O pastor chinês Allen Yuan, que passou quase 22 anos na prisão, longe de sua família, por causa de sua fé, sempre conta de seus sofrimentos durante esses anos. Mas ele sempre termina com essa frase: “Eles não são nada se comparados à cruz”.
Watchman Nee, um pastor muito amado e conhecido na China, foi martirizado no início dos anos 1970. Um de seus antigos companheiros de trabalho disse recentemente: “Se nós nos denominamos cristãos – aqueles que seguem a Cristo – devemos saber onde estamos entrando. Cristo andou no caminho da cruz. Devemos estar preparados para fazer o mesmo”.