11 de abril de 2015

Advogado cristão enfrenta perseguição e tem ajuda de autoridades negada, no Vietnã




Advogado cristão enfrenta perseguição e tem ajuda de autoridades negada, no Vietnã

Van Dai foi condenado à prisão domiciliar em 2011 acusado de `fazer propaganda contra o Estado´
Apesar de ter sido libertado de sua prisão domiciliar recentemente, o cristão vietnamita Nguyen Van Dai alega que é regularmente constrangido por agentes de segurança.
O proeminente advogado de direitos humanos foi condenado à prisão domiciliar em 2011 depois de passar quatro anos na prisão sob a acusação de "fazer propaganda contra o Estado".
Mesmo depois do cumprimento da sentença, há poucas semanas Dai foi impedido de ir à igreja por dez policiais que exigiram ver a comprovação de que ele completou sua liberdade condicional. Ele nunca recebeu tais documentos.
Agressores não identificados também o ameaçaram fora de sua casa. Quando Dai chamou a polícia, a ajuda lhe foi negada.
Ele disse que, agora que a sua prisão domiciliar terminou, ele tem medo de sair de casa por medo de ser atacado.
Em 2013, ele foi impedido de se encontrar com o secretário do Departamento de Estado para a Democracia, Direitos Humanos e Trabalho dos Estados Unidos, que planejava visitá-lo em sua ida ao Vietnã.