1 de março de 2015

Washington condena sequestro de cristãos na Síria

Washington condena sequestro de cristãos na Síria
notícia sobre o sequestro de cristãos na Síria fez com que o governo dos Estados Unidos se pronunciasse e exigisse a libertação imediata dos reféns.
Esta semana dois vilarejos sírios foram invadidos por terroristas do Estado Islâmico e pelo menos 90 pessoas foram sequestradas segundos dados do Observatório Sírio dos Direitos Humanos.
Outras informações divulgadas sobre a ação dos extremistas dizem que foram mais de 100 pessoas entre mulheres e crianças e que os homens de um dos vilarejos foram mortos.
Pela dificuldade de se chegar ao local, localizado ao nordeste do país, é difícil dar dados precisos sobre o que aconteceu nessas vilas povoadas por comunidades cristãs.
Mas independente dos números, os Estados Unidos condenaram a ação e a forma como os terroristas estão agindo contra as minorias religiosas. “O fato do EI ter como alvo uma minoria religiosa demonstra mais uma vez o tratamento brutal e desumano para com todos que não compartilham seus objetivos de divisão nem suas crenças tóxicas”, disse Jen Psaki, porta-voz do Departamento de Estado americano. Com informaçõesEstadão.