19 de março de 2015

Estado Islâmico destrói igrejas e símbolos cristãos



Estado Islâmico destrói igrejas e símbolos cristãos

Crimes teriam ocorrido na região de Nínive, no norte iraquiano

Segundo imagens selecionadas e divulgadas pelo Middle East Media Research Institute (Memri), de Washington (EUA), o grupo radical substituiu a cruz de um templo cristão por bandeira negra.
As fotos mostram os terroristas devastando lugares sagrados e derrubando estátuas, ícones e túmulos. Em uma delas, os radicais removem a cruz de um templo e a substituem por sua bandeira negra.
Os crimes teriam ocorrido na região de Nínive, no norte iraquiano. Os símbolos cristãos são destruídos sistematicamente pelo Estado Islâmico (EI), que os considera uma forma de idolatria. "Eles não têm ideia do que estão fazendo. A sua campanha contra os vestígios do cristianismo está sendo conduzida há muito tempo", disse o diretor-executivo do Memri, Steven Stalinsky.
Recentemente, o grupo jihadista destruiu obras de arte milenares em Mosul, a antiga capital assíria Nimrud e as ruínas da cidade iraquiana de Hatra, essas duas últimas consideradas patrimônios da humanidade pela Unesco.