25 de fevereiro de 2015

Sheherazade comenta pedido de indenização de lésbicas que perturbaram culto

jornalista Rachel Sheherazade comentou em Seu Programa Na rádio Jovem Pan o PEDIDO de indenização Feito POR Duas Jovens que eram Presas POR se  beijarem Durante culto evangélico Pará "protestar" contra o Deputado Marco Feliciano  era que o Preletor da Noite.
O Fato Aconteceu em 15 de setembro de 2013, e apesar de ter dado Ordem de Prisão Pará Como garotas - com base de de QUALQUÉR Artigo 208 do Código Penal - Feliciano, e NEM OS cristãos Que estavam no culto - Não prestaram Queixa contra Joana Palhares E Sua companheira Yunka Miura Que ágora Querem R $ 2 Milhões de indenização.
Pará hum Jornalista de o Ato de protesto das Jovens lesbicas PoDE SER entendido NAO Como hum, o MAS Três crimes: "escarneceram de hum Líder religioso publicamente POR SUAS Motivo de crenças; interromperam Uma liturgia e AINDA POR Cima ofenderam hum ato religioso, Não Caso o proprio culto ".
O Artigo USADO POR Feliciano Para dar Ordem de Prisão Durante o culto Afirma Que É crime "escarnecer de Alguém publicamente, Por Motivo de Crença UO funcao religiosa; impedir UO perturbar cerimónia OU Prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato UO Objeto de culto religioso" .
Por este Motivo ELAS foram levadas para à delegacia, mas liberadas em SEGUIDA. Pedindo indenização POR Danos morais decorridos de "homofobia", a Dupla Tenta Ser Reconhecida Como Vítima NÃO Episódio.
"Se HOUVE ofensa nenhuma Episódio lamentável fazem 'beijaço', ELA NÃO Partiu DOS cristãos, ofendidos OS sos São", Disse Sheherazade. Um comentarista e apresentadora do Jornal da Manhã entende Que o protesto NÃO Deveria Acontecer Dentro de hum culto religioso Que É protegido Pelas leis brasileiras.
"Há Hora Certa e lugar propício Pará Tudo. Se Como meninas queriam protestar contra o Deputado Feliciano Que fizessem Seu 'beijaço' no Congresso, Que É Uma Casa do Povo. O culto religioso E a casa de Deus, protegida Pelas OS inclusive os leis dos Homens ", Disse.