26 de fevereiro de 2015

Perseguição força cristãos egípcios a deixarem a Líbia


Perseguição força cristãos egípcios a deixarem a Líbia


Comitê da Crise irá coletar informações das famílias cristãs que emigraram por razões de trabalho para a Líbia

A Igreja Copta criou uma "unidade de crise", a fim de facilitar a rápida evacuação e repatriação dos egípcios ainda presentes na Líbia – começando com aqueles mais afetados pelos combates recentes.


O Comitê de Crise solicitou que as famílias dos expatriados fornecessem informações acerca de todos os seus parentes egípcios na Líbia até o dia 28 de fevereiro.
De acordo com fontes consultadas pela Agência Fides, "o Comitê da Crise, liderado por Anba Raphael, irá coletar informações das famílias cristãs que emigraram por razões de trabalho para a Líbia, tendo em vista a necessidade de se organizar a repatriação em coordenação com militares egípcios e instituições civis".