21 de fevereiro de 2015

Onda de frio mata 23 pessoas nos Estados Unidos


Sensação térmica em algumas localidades foi de -40ºC.
Na Casa Branca, jardins ficaram completamente tomados pela neve.

Casa Branca é tomada pela neve (Foto: Yuri Gripas/Reuters)
A onda de frio e neve que atinge os Estados Unidos matou na última semana, pelo menos, 23 pessoas, de acordo com a rede americana CNN. Já o jornal The new York Times afirma que, ao menos, 31 pessoas morreram em decorrência do frio.
Destas mortes, 18 foram no estado do Tennessee, sendo que 9 foram por hipotermia. A CNN afirma que em algumas localidades a sensação térmica foi de -40ºC.
 Em Nova York, os termômetros marcaram -34ºC. A previsão, de acordo com meteorologistas, é de que a frente fria se espalhe para a Costa Leste do país, o que deixa 125 milhões de americanos sob alerta de baixas temperaturas. Cidades como Louisville e Cincinnati devem receber nevascas, enquanto no Kentucky, a neve deve ultrapassar os 38 cm.
 Em Nova York, os termômetros marcaram -34ºC. A previsão, de acordo com meteorologistas, é de que a frente fria se espalhe para a Costa Leste do país, o que deixa 125 milhões de americanos sob alerta de baixas temperaturas. Cidades como Louisville e Cincinnati devem receber nevascas, enquanto no Kentucky, a neve deve ultrapassar os 38 cm.Com o frio e a neve, o visual dos cartões postais do país mudou. A Casa Branca, sede e residência do governo americano apareceu com seus famosos jardins cobertos de neve. De acordo com o departamento nacional do clima dos Estados Unidos, as temperaturas na capital devem ficar subir, e oscilar entre -6ºC e -1ºC.
Outro ponto turístico tradicional do país, as Cataratas do Niágara, também sofrem com as baixas temperaturas. Perto da fronteira com o Canadá, parte das quedas d'água ficaram congeladas.