6 de fevereiro de 2015

Cristãos são expulsos de aldeia por não renunciar sua fé em Jesus no México


Cristãos são expulsos de aldeia por não renunciar sua fé em Jesus no México


Ppaís ocNo estado de Chiapas, no sul do México, as tensões estão aumentando entre os indígenas que se convertem ao cristianismo e os indígenas que misturam o cristianismo trazido pelo conquistador europeu com costumes e práticas indígenas. Os líderes da aldeia autorizaram o retorno de 47 cristãos que haviam sido expulsos de suas casas por se converterem, desde que retornem às antigas práticas religiosas e à tradição indígena.

Os líderes da comunidade já haviam acordado com o retorno dos cristãos. Esse acordo estava sendo mediado por funcionários do Estado que, acompanharam o retorno deles para a comunidade. Quando os funcionários de Chiapas e os cristãos chegaram à aldeia, foram proibidos de voltar, se não aceitassem as crenças e ritos religiosos da tradição indígena e o pagamento de tributos para a realização de atividades e festivais religiosos que envolvem bebidas alcoólicas, consumo de intorpecentes e alucinógenos.
O grupo, expulso desde 2012, vem negociando o retorno à aldeia desde novembro do ano passado e o governo do Estado já havia assegurado a reintegração dos cristãos, protegendo, inclusive a liberdade de religião deles.
A situação voltou a ser a mesma, depois que os cristãos não aceitarem a voltar à religião anterior e permanecer firme na fé em Jesus.

As negociações entre os líderes da aldeia e os funcionários do governo continuam, mas sem nenhuma expectativa de solução a curto prazo.upa o 38º lugar na Classificação a Perseguição Religiosa