26 de janeiro de 2015

O tamanho da riqueza entre os fieis de quatro grandes religiões


O tamanho da riqueza entre os fieis de quatro grandes religiões

Estudo mostra que sete dos dez países com mais ricos do mundo são de maioria cristã


O patrimônio geral dos 1,6 bilhão de muçulmanos no planeta cresceu 132% entre 2000 e 2014, de acordo com números divulgados neste mês pela consultoria New World Wealth.
No entanto, este grupo continua tendo apenas 5,8% da riqueza mundial, contra 55% controlada pelos 2,4 bilhões de cristãos.
A relação é ainda mais desigual entre os hindus, que formam 15% da população mundial mas têm apenas 3% da riqueza.
A consultoria também analisou os super-ricos, aqueles com patrimônio líquido acima de US$ 1 milhão, que controlam US$ 66 trilhões do total de US$ 195 trilhões que estão nas mãos dos indivíduos. Neste grupo, os cristãos também dominam.
Isso porque 7 dos 10 países com mais ricos do mundo são de maioria cristã: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Suíça, Canadá, França e Austrália. China, Japão e Índia são as exceções.

Abaixo uma radiografia da riqueza mundial por religião:
Cristãos
População: 2,4 bilhões (33% do total mundial)
Riqueza: US$ 107,2 trilhões (55%)
Número de super-ricos: 7.384.680 (56,2%)
Muçulmanos
População: 1,6 bilhão (22% do total mundial)
Riqueza: US$ 11,3 trilhões (5,8%)
Número de super-ricos: 854.100 (6,5%)
Hindus
População: 1,1 bilhão (15% do total mundial)
Riqueza: US$ 6,5 trilhões (3,3%)
Número de super-ricos: 512.460 (3,9%)
Judeus
População: 14 milhões (0,19% do total mundial)
Riqueza: US$ 2,07 trilhões (1,1%)
Número de super-ricos: 223.580 (1,7%)
Outras religiões
População: 2,08 bilhões (29% do total mundial)
Riqueza: US$ 67,8 trilhões (34,8%)
Número de super-ricos: 4.165.380 (31,7%)