20 de maio de 2013

Presa em Goiás quadrilha suspeita de roubar e adulterar leite

 

Segundo a polícia, fraudadores misturavam água, sal e açúcar à bebida.
Produto era armazenado sem condições de higiene, em meio até a baratas.

 
A polícia prendeu na cidade de Morrinhos sete pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha de roubo e adulteração de leite em vários municípios da região sul de Goiás. Segundo as investigações, a carga roubada era levada para uma fazenda próxima ao trevo que dá acesso à cidade de Buriti Alegre, a 192 km de Goiânia. Após ser adulterado com água, sal e açúcar, o leite era armazenado em péssimas condições de higiene, em meio a insetos como baratas.
De acordo com a polícia, o leite adulterado era vendido para laticínios clandestinos, também em Goiás. A prisão dos suspeitos aconteceu na madrugada de domingo (19). Os suspeitos serão apresentados na manhã desta segunda-feira (20) na Delegacia da Polícia Civil deMorrinhos.
De acordo com a polícia, o crime era cometido há vários anos e toda semana, pelo menos, 10 mil litros do produto eram desviados. O prejuízo, só em Morrinhos, chega a R$ 60 mil.
A quadrilha começou a ser monitorada em novembro do ano passado. Em apenas uma das rotas feitas pelos criminosos, a polícia encontrou três caminhões que já tinham transportado 700 mil litros de leite em uma semana.
  •  
Quadrilha é presa suspeita de roubar e adulterar leite em goiás; alimentos eram guardados com baratas 2 (Foto: Reprodução / Polícia Civil)