16 de maio de 2013

SAÚDE


NOVO SISTEMA INVISÍVEL PARA CORRIGIR DENTES TORTOS
O que é o Sistema Invisível ?
O Sistema Invisível consiste na possibilidade de fazer um tratamento ortodôntico sem uso de bráquetes ou fios, pois este sistema proporciona a movimentação dentária a partir da troca de uma sequência de alinhadores. Alinhadores são placas de acetato (plástico) que copiam exatamente o formato dos dentes. Para que a movimentação dentária ocorra, existe uma pequena diferença de um alinhador para o outro (no máximo 0,25mm) e com o uso somente por 15 dias de cada alinhador teremos como resultado a movimentação dentária prevista.
Há quanto tempo teve início este tipo de tratamento?
As pesquisas com este sistema iniciaram em 1997. De fato, este aparelho começou a ser comercializado nos EUA em 1998 e no Brasil em 2002.
O aparelho invisível é indicado para todos os tipos de problemas (más-oclusões) e pacientes?
Este sistema trata vários tipos de más-oclusões, mas, em alguns casos, não substitui por completo os aparelhos ortodônticos fixos. Sua aplicação necessita de uma indicação precisa, assim como um tratamento convencional. Este tipo de tratamento é indicado para tratamentos de uma dentição adulta (segundo molares em posição). Alguns casos de pacientes com dentes em erupção também podem ser usados (a partir de 11 anos de idade). Somente um ortodontista treinado poderá dizer se o caso pode ser tratado com aparelhos alinhadores.
Qual o diferencial do Sistema Invisível?
Para o paciente, o maior diferencial é a estética, a transparência dos alinhadores. Muitos pacientes que estão na mídia (jornalistas, atores, modelos, apresentadores), usam este aparelho e ninguém consegue perceber, até mesmo quando aparecem em close na televisão. Por ser removível, também favorece a questão da higiene e conforto. O paciente é orientado a remover os alinhadores para se alimentar, portanto, a higienização e a alimentação continuam sendo as mesmas durante o tratamento.
A ausência dos bráquetes elimina o desconforto causado pelo seu volume dentro da boca. Já para o ortodontista, o grande diferencial não são os alinhadores, mas sim a possibilidade de fazer o tratamento de maneira “virtual”. O Ortodontista encaminha moldagens das arcadas para os EUA, juntamente com seu plano de tratamento. As moldagens são escaneadas em um tomógrafo computadorizado e seguindo o plano de tratamento do doutor, técnicos utilizam um software específico para fazer os dentes movimentarem, utilizando as imagens 3-D.
O Ortodontista recebe pela internet uma sequência de imagens formando um “filme” de toda a evolução do caso, do início ao fim, ficando definido nesta etapa quantos alinhadores serão necessários para aquele paciente e em que posição os dentes ficarão ao final do tratamento. Nesta fase, o ortodontista tem um trabalho importante, desenhando o tratamento de acordo com seus objetivos, já que ele pode pedir modificações e alterações para o técnico. Após concluída a fase de elaboração do tratamento virtual, os alinhadores serão confeccionados todos de uma vez, com base nestas imagens 3-D.
Este é um novo conceito de tratar pacientes, o tempo de cadeira e de procedimentos clínicos são reduzidos e o que mais conta é o conhecimento ortodôntico de cada profissional para desenhar o tratamento de seus pacientes, valorizando a formação do especialista.
Em comparação com tratamentos convencionais, qual apresenta melhor condição de higiene?
Apesar de termos a percepção do alinhador recobrir a gengiva marginal livre, e assim proporcionar um ambiente favorável ao acúmulo de placa e desenvolvimento bacteriano, foi comprovado em pesquisas clínicas científicas que o paciente em tratamento com alinhadores apresenta uma melhor higiene se comparado ao tratamento convencional. Por este motivo, o alinhador tornou-se o aparelho de eleição para pacientes que já tiveram comprometimento periodontal e necessitam de tratamento ortodôntico.
Todo Ortodontista faz este tipo de tratamento? Para o Ortodontista aplicar o aparelho alinhador, ele necessita fazer um curso de credenciamento. Apesar do tratamento parecer simples, o entendimento do novo conceito, sua aplicação e limitação, do processo manufatura e logística são fundamentais para obter bons resultados clínicos.