1 de maio de 2013

noticia do brasil e do mundo



Má qualidade do transporte obriga 



usuários a empurrar ônibus; vídeo


Moradores sofrem com o problema no Entorno do Distrito Federal.
Eles reclamam de superlotação e da conservação ruim dos veículos.

Passageiros que moram em cidades goianas do Entorno do Distrito Federal e trabalham em Brasília sofrem com a situação do transporte público da região. A precariedade dos ônibus é tanta que chega ao ponto dos próprios usuários terem de empurrar os veículos, sempre que eles estragam (veja vídeo).
Por dia, os ônibus transportam mais de 100 mil pessoas. Quase sempre, estão superlotados e em péssimo estado de conservação, dizem os usuários. Apenas uma empresa realiza o serviço, muito criticado por quem precisa dele. "A viação está velha, caindo aos pedaços. Não tem conforto e é cansativo", reclama o escriturário Ronaldo Leite.

Por causa da grande quantidade de problemas, uma viagem de cerca de 60 km entre
 Luziânia e a capital, dependendo do dia, chega a durar até três horas.A secretária Silmara Estevão diz que é comum ver veículos estragados durante a viagem. "Até chegar a Brasília, são de cinco a dez ônibus quebrados pela estrada", conta.
Enquanto não encontram solução, alguns passageiros optam pelo transporte clandestino. A técnica em segurança do trabalho Janaína Campos diz que o conforto pode ser o motivo da escolha. "É a única maneira de a gente ir sentado", comenta.
A empresa responsável pelo transporte tem até a próxima quinta-feira (2) para apresentar à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) um plano de melhoria do serviço.