27 de maio de 2013

Fim de semana termina com 19 mortos e 175 feridos em Minas

O último fim de semana foi marcado por números assustadores em relação ao número de acidentes e vítimas registradas nas estradas federais que cortam Minas Gerais. De acordo com dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal na manhã desta segunda-feira (27), 19 pessoas em 234 acidentes ocorridos nessas rodovias. Outras 175 pessoas ficaram feridas.
Um dos acidentes mais graves ocorreu na BR-050, entre Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro, na madrugada desse domingo (26). Na altura do km 151 da rodovia, um homem identificado como F.R.L, de 39 anos e que conduzia um ônibus da viação Itapemerim, colidiu o veículo na traseira de uma carreta carregada com sucata. O impacto da colisão foi tão forte que o motorista e o passageiro F.M.O, de 73 anos, morreram na hora. Vinte e quatro de um total de 44 passageiros que eram transportados no ônibus, que saiu de Floriano e seguia para São Paulo, sofreram ferimentos sem gravidade.
As vítimas foram socorridas por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU ) e encaminhadas ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM) e às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) dos bairros São Benedito e Parque do Mirante.
O condutor da carreta saiu ileso e não percebeu que o ônibus havia colidido na sua traseira. Conforme depoimento do motorista aos policiais rodoviários federais de Uberaba, ele apenas escutou um forte barulho, pensou que o pneu havia estourado e parou em um posto de combustíveis, onde foi informado sobre o acidente.
Há suspeita de que o condutor do ônibus tenha dormido ao volante. Porém, a real causa do acidente será investigada pela Polícia Civil.

Também nesse domingo, um acidente envolvendo dois carros de passeio deixou uma pessoa morta e outras seis feridas, na BR-381, na divisa de Nova União e Caeté, na região Central do Estado. Na altura do km 415, um Gol e um Idea colidiram de frente, após um dos veículos invadir a contramão. Das sete vítimas, cinco ocupavam o Gol e duas o Idea.
Os sobreviventes foram socorridos por equipes do Corpo de Bombeiros e alguns encaminhados ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, de helicóptero. Dois feridos correm risco de morte, uma vez que sofreram graves ferimentos.