22 de maio de 2013

DOR NOS JOELHOS


Quais as causas de dor nos joelhos?
Dor em joelho é extremamente freqüente. Há dezenas de causas. Algumas são muito comuns e fáceis de diagnosticar, mas há situações em que o esclarecimento do problema pode ser uma tarefa lenta e trabalhosa.
Na tabela1, abaixo estão as doenças mais freqüentes.
DiagnósticoCaracterísticas
Síndrome de dor Patelo-femural
(Patelo = rótula)
Jovens. Rótula mal Alinhada em sua articulação com o fêmur.
Implantação alta da rótula*Jovens
Síndromes de sobrecarga*Atletas, corredores, dançarinas, obesos.
Defeito alinhamento entre coxas e pernas*Pernas “em xis”, arqueadas, rotadas.
Hipermobilidade da rótula *A rótula desliza fora da calha no fêmur.
Doenças da rótula *Condromalacia, osteocondrite.
Síndrome do coxim gordurosoDor na “bola” de gordura que se forma na região interna do joelho.
BursiteNa frente ou abaixo da rótula.
TendiniteMais freqüente na região interna da perna.
Doenças dos meniscos **Após traumatismo ou em idosos. Também ocorre em situações de sobrecarga crônica.
Ruptura parcial ou total de ligamentos **Traumatismo.
Doença de Osgood-Schlatter **Dor e inchume na perna logo abaixo da rótula. Entre 9 e 15 anos. Mais em sexo masculino (ver osteonecroses).
Doenças da membrana articular (sinovial)Sinovite vilo-nodular, condromatose**, tumores malignos**.
Osteoartrite (artrose)Desestruturação da cartilagem.
Artrite (sinovite)Doenças inflamatórias ou infecciosas.
Tabela1
Há duas situações bem distintas em relação à problema dor no joelho.
Em uma, há um problema local, isto é, uma ou mais estruturas que compõem o joelho apresentam-se com algum tipo de defeito.
Este pode ser congênito (defeitos das rótulas) ou instalar-se posteriormente como, por exemplo, ruptura ou degeneração de meniscos.
Essas são patologias ortopédicas e, geralmente, manejadas por ortopedistas. Reumatologistas podem intervir em fases iniciais ou quando não houver indicação cirúrgica.
Na outra situação um ou ambos joelhos estão inchados.
Por que os joelhos incham?
Quando uma articulação está inchada, há artrite, que significa inflamação articular. Logo, o que precisamos saber é: por que o joelho está inflamado?
Mas o que é inflamação? É a mesma coisa que infecção? NÃO!
Inflamação é uma reação do organismo a uma agressão no sentido de eliminá-la. Como conseqüência, desenvolvem-se calor local, vermelhidão (eritema), inchume (edema) e dor.
Um corte ou uma laceração na pele provocam inflamação sem infecção e o resultado final, ao curar, é a cicatriz. Se em uma incisão cirúrgica aparecer pus, significa que cresceram bactérias, ou seja, infeccionou. Quando a doença inicial é a infecção, o mecanismo de defesa do organismo é a reação inflamatória. Nesse caso, a infecção leva a uma inflamação.
Na "Tabela 1", nos diagnósticos em que há o asterisco (*) só haverá edema em fases mais avançadas. Ou seja, os pacientes estão com joelhos "secos". Mais tarde, devido às lesões locais provocadas pelos variados estímulos inadequados inerentes a cada doença, desenvolve-se a reação inflamatória. Nesses casos, o edema articular costuma ser pequeno, contrastando com a dor e a limitação de função, que podem ser importantes.
A síndrome do coxim gorduroso é freqüente. Aparece preferentemente em mulheres obesas a partir da 5a década. Se houver edema, esse é localizado, ocorrendo geralmente tendinite ou bursite associada (tendinite ou bursite anserina).
Bursas são cavidades fechadas localizadas em íntima vizinhança com tendões e articulações. Podem inflamar secundariamente à inflamação dos tendões, por traumatismo ou como manifestação de alguma doença como a gota, quando depósitos de cristais de ácido úrico provocam a inflamação. Em geral, as bursites de joelho são facilmente percebidas. As bursas localizadas na frente ou abaixo das rótulas podem infectar a partir de infecção da pele vizinha.
As tendinites estão apresentadas em capítulo próprio. O mecanismo que se caracteriza por ser mais freqüente na produção da tendinite é o desgaste que ocorre devido ao uso continuado ou exagerado dos tendões. Há minúsculas rupturas das fibras que compõem os tendões, levando a reação inflamatória local e cicatrização. A repetição do evento pode levar a "rasgões" nos tendões com variadas repercussões clínicas.
Nos joelhos, mais freqüente vê-se a tendinite anserina. Localiza-se na parte interna da perna e leva este nome devido à forma anatômica dos tendões que aí se inserem, semelhante a uma pata de ganso.
É uma causa bastante encontrada de joelho seco doloroso (periartrite seca de joelho). Pode haver discreto edema localizado. Quando houver edema intenso, deve-se pensar em outras causas, tais como gota, artrite reumatóide e infecção.
As doenças assinaladas com (**) estão apresentadas em artigos, na seção de ortopedia desse site.
Sinovite vilo-nodular é rara. É uma doença em que há crescimento anormal benigno (não é câncer) da membrana sinovial. O diagnóstico é feito por meio de ressonância magnética ou biópsia.
Osteoartrite somente provoca edema articular em fase avançada. Leia mais sobre osteoartrite em artigo específico nesse site.
Artrite de Joelhos
Sofri um traumatismo e o joelho está doendo. O que faço?
Consulte um ortopedista.
Sofri um traumatismo e o joelho inchou. O que faço?
Consulte um ortopedista.
Sofri um traumatismo há uma semana e hoje o joelho inchou. O que faço?
Consulte um reumatologista.
Acho que sofri um traumatismo ontem e os dois joelhos estão doendo. O que faço?
Consulte um reumatologista.
Sofri um traumatismo ontem. Hoje estou com um joelho inchado e outras articulações e/ ou a coluna doendo. O que faço?
Consulte um reumatologista. Traumatismo em um joelho não provoca artrite à distância.
Acordei esta manhã com um ou os dois joelhos inchados. O que faço?
Consulte um reumatologista.
Pratico vários esportes com impacto e sofro lesões eventualmente, as quais meu ortopedista sempre resolve. Meu joelho está novamente doloroso, mas desta vez tenho outros sintomas atuais ou recentes (um ou mais): mal estar, febre, secreção pela uretra, ardência para urinar, lesões de pele, diarréia, dor na coluna ou nas nádegas, outras articulações inchadas ou doendo). O que faço?
Consulte um reumatologista.
Causas
Na Tabela 2, a seguir, estão listadas as doenças que mais freqüentemente podem iniciar com artrite de um ou dos dois joelhos. Esses esclarecimentos , entretanto, servem como orientação inicial.
Consulte sempre seu médico! Somente um profissional especializado poderá lhe orientar com segurança!
Causas Não Traumáticas De Artrite De Joelhos
(a doença pode iniciar com artrite isolada de um joelho)
DiagnósticoCaracterísticas
Artrite reativa (síndrome de Reiter)
Não é raro início em joelho.
Muito mais freqüente em adultos jovens. Pesquisar infecção genital, urinária ou intestinal (ver artigo específico). Geralmente inicia com mais de uma articulação comprometida.
GotaMonoartrite aguda. Depósito de cristais de ácido úrico. Homens adultos. Mulheres, após a menopausa. Crises anteriores em qualquer articulação.
CondrocalcinoseArtrite aguda ou crônica. Depósito de cristais de pirofosfato de cálcio. Crises anteriores em qualquer articulação.
Psoríase (artropatia psoriásica)15% dos portadores de psoríase têm artrite.
Artrite reumatóide.Muito raro iniciar com artrite isolada de joelhos.
OsteoartriteSe não for doença avançada, procurar outra causa.
Artrite gonocócicaFebre baixa. Gonorréia. Pesquisar na mulher. Pode não haver sintomas genitais. Artrite passageira em outras articulações antes da monoartrite. Podem aparecer tendinites e bolhas.
Artrite séptica não gonocócica.Monoartrite aguda com pus. Febre elevada , queda do estado geral, infecção em outro local.
Espondilite anquilosanteInício muito mais freqüente em jovens. Pesquisar dor e movimentos da coluna. Radiografia das articulações sacro-ilíacas estará alterada.
Lúpus eritematosoMuito raro iniciar somente com artrite de joelhos. Doença mais freqüente em mulheres jovens ( ver artigo específico).
Artrite tuberculosaArtrite crônica. Geralmente febre noturna com sudorese. Tuberculose em outro local.
Tabela2