15 de abril de 2013

NOTICIA DO BRASIL E DO MUNDO


Vacinação contra gripe começa em todo o país nesta segunda-feira (15)

Cerca de 65 mil postos de saúde em todo o país iniciam nesta segunda-feira (15) a campanha de vacinação contra a gripe. A meta é imunizar 31,3 milhões de pessoas que integram os chamados grupos prioritários – gestantes, idosos com mais de 60 anos, crianças entre 6 meses e 2 anos, profissionais de saúde, índios, população carcerária e doentes crônicos. A campanha segue até o dia 26 de abril. 
Este ano, mulheres em período de puerpério (até 45 dias após o parto) também vão receber a dose. Outra novidade é que pacientes com doenças crônicas podem ser imunizados nos postos de saúde e não apenas nos centros de referência. Basta apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação.

PACIENTES CUJAS DOENÇAS CRÔNICAS TEM INDICAÇÃO PARA A VACINA

Doença respiratória crônicaAsma em uso de corticoides inalatório ou sistêmico (moderada ou grave); DPOC; bronquioectasia; fibrose cística; doenças intersticiais do pulmão; displasia broncopulmonar; hipertensão arterial pulmonar; crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade
Doença cardíaca crônicaDoença cardíaca congênita; hipertensão arterial sistêmica com comorbidade; doença cardíaca isquêmica; insuficiência cardíaca
Doença renal crônicaDoença renal nos estágios 3,4 e 5; síndrome nefrótica; paciente em diálise
Doença hepática crônicaAtresia biliar; hepatites crônicas; cirrose
Doença neurológica crônicaCondições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica; considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo: AVC, indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla e condições similares; doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular; deficiência neurológica grave
DiabetesDiabetes Mellitus tipo 1 e tipo 2 em uso de medicamentos
ImunossupressãoImunodeficiência congênita ou adquirida; imunossupressão por doenças ou medicamentos
ObesosObesidade grau III
TransplantadosÓrgãos sólidos; medula óssea
Foram distribuídas cerca de 43 milhões de doses que, este ano, protegem contra os seguintes subtipos de influenza: A (H1N1) ou gripe suína, A (H3N2) e B. Quem foi vacinado no ano passado, precisa tomar a dose novamente. Depois de vacinadas, as pessoas estarão protegidas a partir de 15 dias. Feita com o vírus inativado, a vacina é segura e a única contraindicação é para as pessoas que têm alergia severa a ovo.
A vacinação é feita com objetivo de diminuir o risco de ter a doença grave. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações causadas pelo vírus influenza.
O Ministério da Saúde ressalta que as pessoas que apresentarem os sintomas da gripe devem procurar o posto de saúde, pois há tratamento.