14 de abril de 2013


Taxista pula de carro em movimento para escapar de sequestro, no AM

Segundo polícia, três homens renderam taxista e anunciaram assalto.
Um deles conseguiu fugir; polícia faz buscas pelo infrator.

Táxi teve lateral danificada durante fuga de suspeitos (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Dois homens de 21 e 22 anos foram presos depois de assaltar um taxista na madrugada deste domingo (14), em Manaus. Eles entraram no veículo se passando por passageiros e anunciaram a ação. Para escapar, o taxista pulou do carro em movimento. Houve perseguição com a polícia e um dos infratores invadiu uma residência e chegou a se esconder na casa da vítima. Um terceiro suspeito está foragido.

De acordo com o tenente Bruno Dayvison da 16ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), os suspeitos armados pararam o táxi na Rua Tefé, bairro Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus, nas proximidades de uma casa de forró. Na Avenida André Araújo, Zona Centro-Sul, eles anunciaram o assalto e renderam o motorista no porta-malas do carro.
O tenente explicou que a vítima, ainda na André Araújo, conseguiu escapar dos ladrões depois de acionar um dispositivo para abrir o porta-malas. Conforme o policial, o taxista pulou do carro em movimento e acionou a polícia. "Os assaltantes perceberam que o taxista conseguiu sair do porta-malas, mas ainda assim seguiram com o carro em alta velocidade e com o porta-malas aberto", disse o tenente. O taxista teve apenas escoriações.

Conforme o tenente, na bola do Coroado, Zona Leste, após serem cercados pela polícia, os infratores abandonaram o táxi e correram a pé. Um deles invadiu a residência de um pedreiro e chegou a se passar por morador do local. "Ele invadiu a minha casa, exigiu que eu ficasse calado e apagasse a luz. Em seguida, deitou em uma das camas e se cobriu com o lençol", disse o proprietário da casa, João Garcia da Silva, que estava sozinho no momento da invasão. O suspeito, de 21 anos, acabou preso e conduzido ao 12º Distrito Integrado de Polícia. Ele nega a tentativa de assalto ao taxista.
Equipes de polícia que passavam pelo local suspeitaram do carro em alta velocidade e iniciaram uma perseguição aos suspeitos. Outras quatro viaturas também foram acionadas para dar apoio nas buscas.
Após buscas, as equipes encontraram o outro suspeito de envolvimento no caso em uma parada de ônibus. O tenente disse que o infrator estava sem camisa e com uma arma 38, supostamente usada no assalto ao táxi. Ele negou envolvimento no crime, afirmando ser um homem honesto e trabalhador. O revólver estava com a numeração raspada e com duas munições). O suspeito, de 22 anos, também foi preso.
Os dois homens detidos não têm passagem pela polícia, segundo informou o tenente ao G1. Em depoimento na delegacia, eles negaram o crime. Equipes fazem buscas para localizar os fugitivos, mas até o fim da tarde deste sábado, ninguém havia sido foi capturado.