5 de abril de 2013

SAO PAULO


Pacientes reclamam de demora no atendimento em hospital particular

Alguns ficaram sete horas na fila do pronto-socorro em São Paulo. 
Hospital da Luz informou que faz triagem para identificar casos mais graves.


Pacientes que procuraram atendimento no pronto-socorro do Hospital da Luz, em Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo, reclamaram da demora no atendimento na tarde desta quinta-feira (5). Alguns afirmam que ficaram sete horas na recepção do hospital particular para ser atendidos; outros tiveram que sentar no chão durante a espera pelo socorro.
O hospital informou que faz uma triagem para identificar os casos mais graves para que esses pacientes tenham prioridade no atendimento.
A parceira do SP do Grajaú Lígia Andrade, que também esperava atendimento, registrou o desespero dos pacientes. As imagens mostram um homem discutindo com a atendente depois que a filha, que esperava há quase três horas por atendimento e desmaiou na recepção.

“Moça, minha filha está desmaiada lá, estou falando para a senhora”, afirmou o pai.
Ao ouvir a atendente responder que precisava da enfermagem, o homem se desespera: “Meu deus do céu, mas eu já ouvi isso o dia todinho”.

Uma mulher passou mal e precisou de uma cadeira de rodas. A pediatria também ficou lotada. A auxiliar de cartório Aline Santana contou que teve que esperar sentada, no chão, com a filha de 3 anos no colo. Depois da consulta, decidiu ir embora. “Vou ter que voltar para casa e 6h eu vou retornar para poder pegar o resultado do exame”, disse.

A roupeira Girlaine Leão da Silva precisava engessar o pé, mas não conseguiu porque não tinha o material para fazer o procedimento.