17 de abril de 2013


'Ô meu Deus, onde vim parar'

À espera de documentos, cerca de 1,300 imigrantes dormem em um alojamento improvisado em Brasileia, no Acre, que deveria abrigar apenas 200.
As fronteiras abertas do Brasil e seu crescente poder econômico já atraíram mais de 6 mil estrangeiros à cidade, na fronteira com a Bolívia e o Peru, desde 2010.
A maioria é do Haiti, mas o grupo inclui imigrantes africanos e asiáticos.
A pequena cidade na região amazônica não está preparada para lidar com esse fluxo, e vários imigrantes estão preocupados com sua situação.
O enviado especial da BBC Brasil ao Acre, João Fellet, conversou com os imigrantes.
BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.