4 de abril de 2013

mundo


Em atos coordenados, feministas protestam de topless por muçulmana

Caso de jovem tunisiana que recebeu ameaças de morte motivou protestos.
Itália, França e Alemanha e outros receberam atos com jovens seminuas.

O grupo feminista de origem ucraniana Femen realizou nesta quinta-feira (4) protestos coordenados em diferentes países da Europa com um mesmo propósito. As ativistas, que costumam aparecer nos atos com os seios à mostra, denunciam o caso de Amina, uma jovem tunisiana que recebeu ameaças de morte pela internet após postar uma foto sua de topless.
O grupo convocou um dia internacional de "jihad do topless" por conta de Amina, aproveitando o caso como bandeira para exigir liberdade sexual para as mulheres dentro do Islamismo.
Feministas seminuas foram detidas em Kiev, na Ucrânia, país de origem do Femen (Foto: Sergii Polezhaka/Reuters e Divulgação/Femen)