14 de abril de 2013


Dirigir até o trabalho aumenta os risco de ataque cardíaco, segundo estudos

Patrik Wennberg da Universidade Umeå na Suécia resolveu escrever uma dissertação e nesta concluiu que pessoas que dirigem até o local de trabalho são mais vulneráveis a um ataque cardíaco do que as que usariam outros meios como caminhadas, bicicleta ou até mesmo o ônibus.
O ataque cardíaco está ligado a quantidade de exercício físico, resumindo, quanto maior a quantidade e qualidade desses exercícios menores são as chances de sofrer a um ataque.
Os níveis de sangue dos marcadores para suscetibilidade de coágulos e inflamação são associados com o risco de ataque de coração. Adicionando-se oito desses marcadores aumenta a habilidade de prever quem será afetado.
Atividades recreativas e até mesmo trabalhos que exigem atividade física também podem contribuir. Fumar, idade avançada, pressão alta, diabetes e peso alto, além do sedentarismo, podem contribuir com doenças cardiovasculares.
Por isso, exercite-se!