16 de abril de 2013

DEGENERAÇÃO MACULAR

É como chamamos as alterações físicas da área central da retina, que se chama mácula.
A mácula tem o tamanho de uma letra O e é a parte da retina que usamos para ler, ver televisão, dirigir e ver detalhes.
As degenerações maculares podem ser relacionadas com a idade (pacientes em geral acima de 50 anos) ou não. Podem ser hereditárias, por diabetes, por alteração nutricional, por traumatismo, por infecção.
A degeneração macular provoca diminuição da visão e sua evolução varia com a causa, com cada paciente e de modo diferente em cada olho, conforme o grau de comprometimento.
Quando há comprometimento importante da visão central os pacientes podem ser beneficiados com técnicas que maximizam o uso da visão da retina periférica.
As degenerações maculares relacionadas com a idade são a causa mais freqüente de perda da visão central em pessoas com mais de 50 anos de idade. Elas podem se apresentar sob duas formas: as chamadas secas (70%) e as úmidas (30%), que são aquelas onde há alterações vasculares que requerem o tratamento com Laser.
Estas degenerações pioram com a exposição aos raios azuis do espectro solar, com o fumo ou exposição ao tabaco e com a hipertensão arterial não controlada.
As degenerações maculares são detectadas pelo exame oftalmológico de rotina e quanto mais cedo é feito o diagnóstico, maior é a chance de retardar e reduzir a severidade da doença.