8 de abril de 2013

CURIOSIDADE


É verdade que os lobos uivam para a Lua?

Não! Eles fazem isso principalmente para chamar seu grupo para a caça. Acontece de uivarem com muito mais freqüência em noites de Lua cheia porque o clarão do luar é uma condição altamente propícia para localizarem suas presas. Depois da caçada, o som serve também para reunir novamente o bando: os lobos são capazes de reconhecer uns aos outros apenas pelo uivo de cada um. "Mas eles também podem uivar quando não há Lua. Afinal, caçam todos os dias", diz a bióloga Ana Maria Beresca, da Fundação Parque Zoológico de São Paulo. A outra função do uivo, idêntica ao latido dos cachorros, é marcar seu território. Dois grupos que pretendem ocupar a mesma região podem deduzir o tamanho do bando rival: a diversidade dos uivos revela o número de animais.
Os lobos vivem na América do Norte, Groenlândia, Europa e na Ásia. Antigamente, seus uivos podiam ser escutados em todos os Estados Unidos, mas hoje em dia os lobos estão entre os animais em risco de extinção. O problema é que eles atacam o gado e outros animais domésticos e, por isso, fazendeiros costumam oferecer recompensas por suas peles, tornando-os bastante caçados. Embora sejam temidos, raramente atacam o homem, preferindo, em geral, evitá-lo.

Qual é o maior lagarto do mundo?

É o dragão-de-komodo (Varanus komodoensis), um lagartão que pode chegar a 3,5 metros de comprimento e pesar 135 quilos. De cor cinza ou marrom, ele é encontrado apenas na ilha de Komodo, que fica na Indonésia, e em ilhotas próximas. Apesar de ser um réptil de origem pré-histórica, sua existência permaneceu desconhecida para os cientistas até o início do século 19. O dragão-de-komodo é um animal solitário, ótimo nadador e rápido no deslocamento em curtas distâncias. Pode viver até 100 anos e é um insaciável carnívoro, capaz de comer o equivalente a 80% de seu peso em uma única refeição.
Apesar de adorar uma carniça abandonada, ele tem grandes habilidades para caçar suas próprias presas, como porcos selvagens, aves, macacos e cervos. Além disso, também é canibal e tem o hábito de comer filhotes da espécie e até mesmo outros adultos. Após anos sendo capturado de maneira descontrolada por colecionadores exóticos, o grande lagarto agora é protegido por leis preservacionistas. A mais recente contagem populacional aponta que existem cerca de 5 mil dragões em Komodo, embora apenas 350 sejam fêmeas em idade de reprodução, o que preocupa os ambientalistas.
Quando vão procriar, elas cavam um enorme buraco para depositar seus ovos (em torno de 25), que têm as cascas rompidas em geral nos meses de abril e maio. Os filhotes nascem com cerca de 45 centímetros e passam os primeiros anos de vida trepados em árvores, para escapar do voraz apetite dos lagartos adultos. Nesse período, eles se alimentam de insetos e lagartixas. Quando atingem 1,2 metro, já conseguem se defender e descem ao solo. Apesar do tamanho e da ferocidade do bicho, são raros os casos de ataques contra humanos. Quando isso ocorre, no entanto, pode ser fatal. Um dos últimos incidentes, e também um dos mais famosos, ocorreu com o jornalista Phil Bronstein, marido da atriz americana Sharon Stone, há quase dois anos. No zoológico de Los Angeles, nos Estados Unidos, ele levou uma mordida no pé e teve que tomar potentes antibióticos para evitar uma grave infecção.

Quem venceria um duelo entre um tigre e um leão?

Se fosse para apostar, o mais garantido seria você jogar todas as sua fichas no leão! Isso porque ele é mais "treinado" para a briga do que o tigre e possui características anatômicas que lhe dão vantagem. O tira-teima para saber qual deles sairia vitorioso, no entanto, é quase impossível na natureza: os dois vivem em continentes distintos. Os leões ficam nas savanas africanas, enquanto os tigres são encontrados a milhares de quilômetros de lá, na Ásia. No hábitat natural as tretas não rolam, mas em cativeiro os dois felinos já protagonizaram alguns quebra-paus. E, nos poucos registros desse tipo de luta, o leão normalmente levou a melhor, fazendo jus ao título de "rei da selva". Um dos combates mais célebres recebeu o nome de The Big Cage - algo como "A Grande Jaula". Os dois animais se engalfinharam trocando patadas e mordidas, num duelo sensacional que a gente recria neste infográfico. Nele você verá quem leva a melhor em vários quesitos. Ficou um duelo simplesmente animal!

Gato mestreTigre é maior e mais ágil, mas leão tem "armas" melhores e manda bem na briga
1. TAMANHO
Aqui o tigre leva boa vantagem. Os leões medem, em média, 2 metros de comprimento e pesam, no máximo, 270 quilos. Já algumas espécies de tigres, como o siberiano, chegam a mais de 3 metros e a 300 quilos. Mas será que tamanho vai ser documento nesta disputa?
Ponto para o tigre
Leão 0 X 1 Tigre
2. ARMAS DE DEFESA
Na hora do "vamuvê", os dois agem de forma parecida, tentando abocanhar o pescoço do rival. Mas o leão leva vantagem para se defender: sua juba protege o pescoço das mordidas do tigre. Sem falar que a juba faz o leão parecer maior do que é, o que intimida o rival
Ponto para o leão
Leão 1 X 1 Tigre
3. ARMAS DE ATAQUE
Além da juba, outra boa adaptação anatômica do leão para a luta são suas patas dianteiras. Elas são mais musculosas que as do tigre e concentram a força do "rei da selva". Como a patada é uma importante arma de ataque, os golpes do leão são mais fortes e eficazes
Ponto para o leão
Leão 2 X 1 tigre
4. AGILIDADE
Ao contrário do leão, o tigre tem como ponto forte as patas traseiras, mais musculosas. Essa característica confere mais agilidade ao felino asiático, que é capaz de dar saltos maiores do que o leão. Em relação à velocidade, dá empate: ambos atingem cerca de 80 km/h
Ponto para o tigre
Leão 2 X 2 tigre
5. INSTINTO
O leão é um animal instintivamente mais preparado para a briga. Isso porque sua função principal é proteger seu bando de fêmeas e filhotes de outros leões. Resultado: ele passa boa parte do tempo nesses duelos. Já o tigre é um felino solitário, que pouco entra em brigas
Ponto para o leão
Leão 3 X 2 tigre
6. ESTRATÉGIA
Enquanto o leão é mais calmo e concentrado, o tigre é geralmente nervoso e apreensivo. Essa diferença sugere que o tigre teria menos capacidade de analisar friamente o rival, aumentando sua desvantagem. Ao final desse grande duelo, o vencedor provavelmente seria o leão
Ponto para o leão
Placar final
Leão 4 X 2 tigre

Qual é a ave mais perigosa do mundo?


É o casuar, uma ave da Oceania que pode passar de 1,5 metro de altura e pesar cerca de 60 quilos. Ele tem um gênio terrível e, quando fica zangado, parte com tudo para cima do seu oponente. Suas principais armas são o bico afiado e as garras pontiagudas. Existem vários relatos de pessoas atacadas pelo animal em estado de fúria, que também investe contra cachorros, cavalos e vacas. Essa ave é tão estressada que parte pra cima até de portas e janelas de vidro, pois ao ver seu reflexo acha que um outro casuar a está encarando. "A maioria dos ataques costuma estar associada à busca de comida ou a uma reação à presença do homem no território do animal", afirma o paleontólogo Darren Naish, da Universidade de Portsmouth, na Inglaterra. No final da década de 1990, um levantamento feito na Austrália mostrou que, num período de dez anos, essas aves partiram pra cima de pelo menos 150 pessoas. O último ataque fatal comprovado, no entanto, ocorreu em 1926. Ótimo nadador e exímio saltador, o casuar (Casuarius casuarius) tem uma aparência bem esquisitona: seu corpo é recoberto de penas pretas, mas sua cabeça é azulada, exibindo ainda uma protuberante crista óssea.

Ave, Maria! No ataque estilo ninja, o casuar usa chutes, bicadas e garra fatal
1. O casuar é muito irritadiço. Na maioria das vezes as vítimas de seus ataques são pessoas desavisadas que se aproximam da ave para tentar alimentá-la. Mal-agradecida, ela parte pra cima da pessoa dando bicadas e chutes
2. Para atingir sua vítima, o casuar ainda dá pulos de até um metro de altura para usar suas afiadas unhas, localizadas nos três dedos dos pés. Essas garras podem passar de 12 centímetros de comprimento e são capazes de rasgar o pescoço ou a barriga de uma pessoa
3. Além dos humanos, cães também costumam ser atacados pela ave. O casuar odeia cachorros porque é muito caçado por dingos, uma espécie de cão selvagem australiano. O ataque pode ser feito com chutes da ave para frente e para trás