9 de abril de 2013

BRASIL


Megaoperação contra corrupção investiga suspeitos em 12 Estados

O Ministério Público realiza nesta terça-feira (9) operações de combate à corrupção em 12 Estados para desarticular uma organização criminosa suspeita de desviar recursos públicos federais e estaduais com fraudes em licitações.
De acordo com as investigações, as verbas públicas sob investigação, somadas, ultrapassam R$ 1,1 bilhão, que foram desviados de órgãos municipais e estaduais, com pagamento de propinas, superfaturamento de produtos e serviços, utilização de empresas fantasmas, lavagem de dinheiro, sonegação fiscal e enriquecimento ilícito de agentes públicos e empresários.
Serão cumpridos 86 mandados de prisão, 311 mandados de busca e apreensão, 65 mandados de bloqueio de bens, segundo o Ministério Público de São Paulo.
Também serão realizados 20 mandados de afastamento das funções públicas, expedidos pela Justiça Estadual de Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia e São Paulo.
Participam da operação 144 promotores e 1.200 policiais federais, rodoviários, civis, militares, servidores de Tribunais de Contas, Controladoria-Geral da União, Receitas Federal e Estaduais.
As ações são coordenadas pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas, em parceria com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal.
As investigações são realizadas na Bahia, no Ceará, no Espírito Santo, em Mato Grosso, em Mato Grosso do Sul, em Minas Gerais, em Pernambuco, no Paraná, no Rio Grande do Norte, no Rio de Janeiro, em Rondônia e em São Paulo.