12 de abril de 2013


Aluno agredido por segurança escolar é preso e processado


Segurança era um policial fazendo "bico"


espancado

O segurança do colégio Lew Wallace High School, no estado de Indiana, nos Estados Unidos, quebrou a órbita ocular de um aluno de 16 anos, de acordo com informações do canal norte-americano NBC na quarta-feira (10).

Lonnie Holman teve que tomar 10 pontos para fechar o corte exposto em seu olho. Ele também teve escoriações nos braços e na cabeça com a agressão sofrida na terça-feira (9). Segundo a escola, o segurança - que era um policial fazendo "bico" - ficou com as mão cortadas e cheias de hematomas.

Segundo o departamento de polícia de Gary, cidade onde o estudante mora, Holman teria recebido ordens para voltar ao ginásio após um incidente no intervalo das aulas. O segurança encarregado de orientar o grupo de alunos espancou o garoto que se recusou a voltar.




Holman disse que, na verdade, queria ficar perto de sua irmã, que era escoltada pelo segurança.

— Sempre protejo meus irmãos. São tudo o que tenho, minha única família.

Em entrevista à NBC, a mãe do estudante, Esmerelda Hernandez, revelou que não recebeu nenhuma justificativa do colégio a respeito da agressão.

— Eu quero que o segurança e a escola sejam responsabilizados pelo o que fizeram ao meu filho. Poderia ter acontecido com qualquer criança.

Holman, que foi transferido para ficar apenas nove dias no colégio, foi levado a uma casa de detenção para menores e agora está em prisão domiciliar. Segundo o canal norte-americano, ele foi processado porque agrediu um policial e resistiu à detenção.

Contudo, as investigações continuam, de acordo com uma porta-voz da escola, Charmella Greer.

— Houve um incidente no qual um estudante se envolveu em uma briga com um policial e acabou sendo preso. O caso é investigado e não temos mais informações sobre isso.