12 de março de 2013


Professores e auxiliares terão reajuste salarial de 8,52%

Aumento valerá para docente do Estado de São Paulo; prazo máximo de pagamento é 5º dia útil de abril
A Fepesp (Federação dos Professores do Estado de São Paulo) informou nesta segunda-feira (11) o reajuste salarial de 8,52%, para professores e auxiliares da educação básica de escolas particulares de São Paulo. 
A medida foi acordada com o SIEESP, o sindicato das escolas particulares de SP, e já é válida para o mês de março.  O prazo máximo de pagamento é o 5º dia útil de abril.
O cálculo para o aumento salarial deve ser aplicado em salários de maio de 2012, data do último reajuste da categoria.
A escola que não pagar, até o mês de outubro, a Participação de Lucros ou Resultados de 24% deve acrescentar 2% ao reajuste, ficando num total de 10,52% a partir de março de 2013.