30 de março de 2013


Polícia do DF prende suspeito de matar professora achada em carro

Segundo agentes, ele apresentou três versões para o crime.
Enterro da vítima ocorre às 11h deste sábado, em Taguatinga.


A Polícia Civil prendeu na noite dessa sexta-feira (29) o suspeito de ter estrangulado a professora Christiane Silva Mattos, de 37 anos. O corpo dela foi encontrado dentro do carro no estacionamento do Parque da Cidade na noite de quinta. Segundo agentes, ele confessou o crime.
Ainda segundo a polícia, o suspeito apresentou três versões para o crime. O homem mora e foi detido em Santa Maria, região administrativa do DF. De acordo com agentes, ele não tem passagem pela polícia.
A polícia disse que chegou a ele por meio de impressões digitais deixadas no veículo da vítima.
O enterro da professora está marcado para as 11h deste sábado, em Taguatinga.
Entenda o caso
O marido da vítima registrou o desaparecimento dela após a professora não ter ido buscar os dois filhos na escola, às 17h30 de quinta-feira, como de costume. O carro da professora foi achado no estacionamento 9 com a porta aberta e com estilhaços de vidro ao lado do veículo.
A bolsa e a carteira da professora, com documentos e cartões, não foram levadas. O marido contou à polícia que Cristiane saiu de casa para ir a um shopping comprar ovos de Páscoa. Depois, ela pegaria os filhos, de 2 e 7 anos.