20 de março de 2013


Pedófilo é preso após abusar de 19 crianças

O homem gravou 470 vídeos com os abusos em Itaquaquecetuba; este é um dos maiores casos de pedofilia do país, segundo a polícia
Um vigia de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, foi preso após confessar o abuso de ao menos 19 crianças. O homem gravou 470 vídeos com os abusos. Este é um dos maiores casos de pedofilia do país, segundo a Polícia Militar. 

Franklin foi detido na semana passada, depois que a ex-companheira do rapaz, Patrícia Silva, de 23 anos, deu um pen drive com as imagens a uma amiga. A mulher levou o material até a polícia. 
Segundo os agentes, o criminoso não resistiu à prisão, que aconteceu em sua casa, e logo confessou. Em sua versão, o homem alegou estar bêbado quando fazia sexo com as crianças. 

De acordo com as investigações, a namorada de Franklin era babá e levava as vítimas até o pedófilo. Ela chegou a participar das cenas com uma deficiente mental e, nas demais, filmava o ato. 

Os dois estão presos temporariamente, segundo a polícia. 

Estupro

Desde a mudança na lei nº 12.015, de 2009, quaisquer tipos de abuso sexual são enquadrados como estupro e não apenas o ato sexual. 

As penas aumentam quando o abuso resulta em lesão corporal (8 a 12 anos de prisão), morte (12 a 30 anos de prisão), gravidez (aumento de 50%) e transmissão à vítima de doença sexualmente transmissível (aumento de um sexto até 50%).

O Código Penal também indica que tanto homens como mulheres podem ser vítimas de estupro.