31 de março de 2013

MUNDO


Patriarca de Jerusalém denuncia sofrimento dos cristãos 

JERUSALÉM, 31 MAR (ANSA) - O patriarca latino de Jerusalém, padre Fouad Twal, denunciou os sofrimentos dos cristãos no Oriente Médio durante a missa de Páscoa que celebrou na Igreja do Santo Sepulcro.

"Nossa Igreja vive em um Oriente Médio de sofrimento", declarou o religioso, lembrando das vítimas da guerra civil na Síria, dos refugiados sírios e dos cristãos da Terra Santa, que "são tentados pela emigração".

A comunidade internacional tem o dever de "tomar providências concretamente eficazes para encontrar uma solução equilibrada e justa da causa palestina, que é a origem de todas as tensões no Oriente Médio".

Nos últimos dias, os líderes religiosos de Jerusalém publicaram uma mensagem pascoal na qual convidavam os fiés de todo o mundo a visitar a Terra Santa.

"A presença cristã aqui na cidade mãe da nossa fé continua servindo como um farol de luz do Cristo ressuscitado, que os primeiros discípulos testemunharam aqui no sepulcro vazio de Jerusalém", diz o texto.

Em ocasião da Páscoa cristã, que esse ano coincide com a Páscoa judaica, chegaram em Jerusalém milhares de peregrinos.