10 de março de 2013

Mulheres são presas ao tentarem enganar idosos

Três mulheres foram presas anteontem suspeitas de aplicar golpes em idosos em Belo Horizonte. As vítimas são do bairro Carlos Prates, região Noroeste. Se passando por funcionárias do Tribunal de Contas de Brasília, o grupo ligava para os idosos informando sobre um grande valor ou seguro para eles receberem. Assim, elas convenciam a vítima a fazer depósitos para que o montante fosse liberado.

Conforme informações da Polícia Militar (PM), cada uma das acusadas recebia cerca de 10% a 20% do valor roubado. O golpe foi descoberto no momento em que as três sacavam o dinheiro no banco. Um taxista enganado por elas desconfiou da grande quantia e acionou os militares.

Mônica Roberta da Silva, de 31 anos, Gabriele dos Santos, de 25, e Claudilene Mara Ângelo, de 30, foram presas com R$ 44 mil em dinheiro. As três foram autuadas em flagrante pela Polícia Civil.

Dinamites

Uma denúncia anônima resultou na prisão de uma mulher na noite de ontem por suspeita de envolvimento com tráfico de drogas, no bairro Jardim Felicidade, na região Norte de Belo Horizonte.

Na casa de Lilian Amanda Rosa da Silva, de 27 anos, a polícia encontrou vários materiais utilizados para embalar entorpecentes e seis bananas de dinamites. "A suspeita foi encontrada na própria casa onde o material estava escondido. Ao encontrarmos os pinos para embalar a droga, a jovem disse que não sabia da existência do material", contou cabo Wanderson Rodrigues, da Rotam.

Militares do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foram até o local para avaliar o risco de explosão. Além do armamento, os militares encontraram um aparelho que aumenta a precisão da explosão. "A mulher não informou onde conseguiu a dinamite e o que seria feito do material ilícito" disse o cabo.

Conforme informações do Gate, o explosivo encontrado poderia explodir um prédio de três andares. Além dos explosivos a PM apreendeu rádios comunicadores, celulares, baterias. A suspeita da polícia é que o material seria encaminhado para presídios.

A mulher foi presa em flagrante e encaminhada para a delegacia de plantão na região da Pampulha.