30 de março de 2013


Milhares de peregrinos e fiéis lembram Sábado de Aleluia em Jerusalém

Jerusalém, 30 mar (EFE).- Milhares de cristãos peregrinos e locais celebram hoje em Jerusalém o Sábado de Aleluia ou de Glória, com cerimônias que têm seu epicentro litúrgico na basílica do Santo Sepulcro, na cidadela amuralhada.

Os atos começaram de manhã cedo com uma vigília pascal no santuário, onde centenas de fiéis católicos rezaram para lembrar as horas posteriores à crucificação de Cristo e um dia antes de sua ressurreição.

À tarde, haverá uma procissão solene pelas ruas de pedra da Cidade Antiga, e a entrada no Santo Sepulcro. Neste local, onde fica o sepulcro vazio de Cristo junto ao Gólgota e à Pedra da Unção, é realizado um rito liderado pelo patriarca latino de Jerusalém, monsenhor Fouad Twal, maior autoridade da Igreja Católica na Terra Santa.

À tarde, os fiéis se congregam perante o Edículo, onde meia hora antes da meia-noite vai acontecer uma celebração pontifical da Liturgia das Horas na Igreja de Santa Madalena. Nesta ocasião, o ato é oficiado pelo custódio dos lugares cristãos na Terra Santa, o franciscano Pierbattista Pizzaballa.

A Basílica da Anunciação de Nazaré, no norte de Israel, também abrigará hoje centenas de fiéis em uma vigília solene e uma posterior Missa da Ressurreição.

As celebrações pascais terminarão na próxima segunda-feira na aldeia palestina de Al Queiba, a 11 quilômetros de Jerusalém, onde os frades franciscanos, custódios dos Santos Lugares há 800 anos, lembrarão a aparição de Cristo a dois de seus discípulos em Emaús. EFE