28 de março de 2013


Mandela volta a ser hospitalizado por infecção pulmonar

O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, 94, voltou a ser hospitalizado na madrugada desta quinta-feira (28). A informação foi divulgada em um comunicado publicado no site da Presidência do país. No começo do mês, Mandela chegou a passar um dia internado para se submeter a exames de rotina.
De acordo com a nota, Mandela foi levado para um hospital nos primeiros minutos desta quinta-feira devido à "recorrência de sua infecção pulmonar". "Ele está sendo atendido pelos médicos, de forma que receba o melhor e mais especializado tratamento", diz o comunicado que não informa, no entanto, o local onde o ex-presidente está internado.
 
Por meio da nota, o presidente do país, Jacob Zuma, desejou uma rápida recuperação para Madiba, como os sul-africanos com frequência se referem a ele. "Nós pedimos que o povo da África do Sul e todo o mundo rezem pelo nosso querido Madiba e por sua família. Nós confiamos na equipe médica e acreditamos que ela vai fazer tudo que for possível para garantir a sua recuperação", afirma o presidente.
 
No último dia 9, Nelson Mandela foi internado em um hospital de Pretória para ser submetido a exames médicos de rotina como parte do tratamento contra uma infecção pulmonar e cálculos biliares. Ele recebeu alta no dia seguinte.
 
No fim do ano passado, Mandela passou 18 dias hospitalizado pelos mesmos problemas de saúde. No dia 6 de janeiro, seus médicos anunciaram que ele estava curado. 
 
Presidente da África do Sul entre 1994 e 1999, Nelson Mandela passou 27 anos na prisão por ter lutado contra o regime do apartheid que institucionalizou a discriminação racial no país.
 
Libertado em 1990, quatro anos depois se converteu no primeiro presidente negro do país, depois de ter obtido em 1993 o prêmio Nobel da Paz - ao lado do último presidente do apartheid, Frederick de Klerk - por ter avançado com as negociações em direção à democracia.
 
Atualmente, ele divide seu tempo entre Johanesburgo e Qunu, o povoado de sua infância. (Com agências internacionais)