22 de março de 2013


Mãe queima filha de 17 anos com faca quente por ela ter conversado com garoto pela web

Crime aconteceu nos EUA e foi denunciado por colegas de escola da jovem

                                    

Uma mulher foi presa no condado de Broward, na Flórida (EUA), acusada de queimar a filha adolescente usando uma faca quente, reportou nesta quinta-feira (21) o site norte-americano New York Daily News.
Sahar Thabit, de 35 anos, natural do Iêmen, teria provocado graves ferimentos na filha de 17 anos após descobrir que a jovem esteve conversando com um garoto iemenita que conheceu pela internet.
De acordo com a publicação, a menina, que vive nos EUA há cerca de 5 anos, se relacionava com o jovem através da internet desde janeiro deste ano.
Sahar considerava a conversa online uma quebra dos costumes islâmicos, e, por essa razão, teria queimado o braço da filha três vezes.
A mãe também estava irritada com a filha porque ela não aceitou se casar com um primo, que havia sido escolhido pelos pais.
As queimaduras deixaram fortes marcas e a mãe foi presa na última sexta-feira.
As agressões foram denunciadas por colegas de classe da menina. Eles procuraram a polícia no dia 13 de janeiro.
Os colegas também disseram que a garota tentou cometer suicídio.
A menina negou tudo para a polícia e disse que se queimou enquanto cozinhava.