29 de março de 2013

Lucro da CSN recua no 4o tri, mas supera previsões

SÃO PAULO, 28 Mar (Reuters) - A Companhia Siderúrgica Nacional teve queda superior a 60 por cento no lucro líquido do quarto trimestre, mas superou a previsão de analistas, diante de maiores vendas no período.
Entre outubro e dezembro, a fabricante de aço apurou lucro de 316,1 milhões de reais, queda de 61,3 por cento ante mesma etapa de 2011. O resultado, no entanto, veio bem acima da previsão de analistas consultados pela Reuters, que apontava para lucro de 165,75 milhões de reais.
O resultado operacional da CSN, medido pelo lucro ajustado antes de impostos, juros, amortização e depreciação (Ebitda, na sigla em inglês), foi de 1,22 bilhão de reais, queda de 16,4 por cento na comparação anual. A margem Ebitda caiu de 35 para 27 por cento, também na comparação anual. Ambos os números vieram residualmente acima das expectativas.
Sua receita líquida de vendas somou 4,596 bilhões de reais no último quarto de 2012, alta de 10,3 por cento, impulsionada por um avanço de 13 por cento no mercado interno.
A despeito da queda no comparativo ano a ano, a empresa viu melhora no Ebitda e na margem na base sequencial, sobretudo devido ao melhor desempenho nos negócios de mineração, que tiveram aumento de preços. Apesar da queda nas vendas de aço, a companhia também se beneficiou de melhora nos preços.
Por outro lado, a CSN viu uma piora na composição da dívida, com seu endividamento líquido subindo de 1,93 para 3,47 por cento do Ebitda ajustado no ano a ano, para 15,7 bilhões de reais.