19 de março de 2013


Chuva deixa 59 pessoas desalojadas em Angra dos Reis, no sul fluminense

Em Angra dos Reis, sul fluminense, aumentou para 59 o número de pessoas desalojadas no bairro Parque Mambucaba, por causa das chuvas que atingem a cidade desde a tarde de domingo (17), informou a prefeitura do município nesta terça-feira (19). Não há vítimas até o momento, e as pessoas estão abrigadas na Escola Municipal Frei Bernardo.
A Defesa Civil municipal havia registrado 36 desalojados nesta segunda-feira (18), devido ao temporal. Da noite de ontem até o início da manhã de hoje, choveu uma média de 122mm, em Angra dos Reis. Por volta das 9h, a chuva parou, mas a previsão do órgão é de que deve chover novamente durante a tarde e a noite.
Na madrugada desta terça-feira, houve alagamento no Bracuí. Algumas famílias ficaram ilhadas, mas ninguém ficou desabrigado ou desalojado.
Na Banqueta, a ponte que fica no interior do bairro e estava parcialmente comprometida desde a chuva de janeiro cedeu, na noite desta segunda-feira. O bairro não está em área de risco e não devem ocorrer deslizamentos. Porém, no momento, só pedestres podem utilizar uma passagem improvisada sob o monitoramento de funcionários da prefeitura.

Temporal

De domingo a segunda-feira, a Defesa Civil registrou índices pluviométricos altos em Angra dos Reis. No bairro do Frade, houve 148 mm de chuva; no Paraíso (Monsuaba), foram registrados 117 mm; e no centro da cidade, 114 mm. Ocorreram também alagamentos em alguns bairros, quedas de árvores, pontes danificadas e deslizamentos em alguns pontos.
Os maiores alagamentos foram registrados em algumas ruas do Parque Mambucaba, em função do transbordamento do rio Perequê. A correnteza dos rios também danificou uma ponte na Vila Nova. O asfalto de uma das ruas de acesso ao bairro cedeu e leva risco à estrutura.